Alice

bio

Alice Vieira nasceu em 1943 em Lisboa. É licenciada em Germânicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 1958 iniciou a sua colaboração no suplemento «Juvenil» do Diário de Lisboa e a partir de 1969 dedicou-se ao jornalismo profissional. Desde 1979 tem vindo a publicar regularmente livros tendo, editados na Caminho, mais de cinco dezenas de títulos.

fotoalice

Recebeu em 1979, o Prémio de Literatura Infantil Ano Internacional da Criança com Rosa, Minha Irmã Rosa, em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi, o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil, e em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra. Foi indicada, por duas vezes, como candidata portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen. Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo pelo conjunto da sua obra.

Alice Vieira é uma das mais importantes escritoras portuguesas para jovens, tendo ganho grande projecção nacional e internacional. Foi igualmente apresentada por duas vezes, como candidata ao ALMA (Astrid Lindgren Memorial Award).
Em 2007 recebeu o Prémio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho pelo seu livro de poesia Dois Corpos Tombando na Água.
Tejo,  com fotografias de Neni Glock e O Menino da Lua – Corre, Corre Cabacinha são os seus mais recentes trabalhos editados pela Caminho.

Alice Vieira tem ainda editados na Texto o livro A Charada da Bicharada, ao qual foi atribuído o Prémio Nacional de Ilustração 2008, bem como a aromática colecção de álbuns infantis intitulada Livros com Cheiro. Composta actualmente por cinco volumes (Livro com Cheiro a Canela, Livro com Cheiro a Caramelo, Livro com Cheiro a Baunilha, Livro com Cheiro a Morango e Livro com Cheiro a Chocolate), esta colecção, recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, introduz as crianças no caminho da leitura, apresentando-lhes vocabulário, jogando com as palavras e brincando com a gramática e a acentuação.

premios

1979 |Prémio de Literatura Ano Internacional da Criança com o livro Rosa, Minha Irmã Rosa.

1983 | Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil com o livro Este Rei Que Eu Escolhi.

1994 | Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças (ilustração)

As Três Fiandeiras – Livro recomendado pela secção Portuguesa do IBBY

Os Olhos de Ana Marta – Lista de Honra do IBBY 1994

Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para crianças (pelo conjunto da obra)

2002 | Prémio Nacional de Ilustração IPLB/APPLIJ (ilustração)

2007 | Dois Corpos Tombando na Água, Prémio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho

Rato do Campo e Rato da Cidade – Recomendado pela Secção Portuguesa do IBBY

A Bela Moura – Recomendado pela Secção Portuguesa do IBBY

2008 | Prémio Nacional de Ilustração 2008 atribuído pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas ao livro A Charada da Bicharada (Texto Editores, 2008)

Foi indicada pela Secção Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People) como candidata portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen. Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo pelo conjunto da sua obra.

Anúncios

Uma resposta

  1. … se peguntarem por mim digam que voei.

    ps. obrigada por escreveres o meu epitáfio, tu sabes 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: